Jornal de Estudo

Thursday, February 01, 2007

Lição 87 e 88

Os reinos da Vida

Lineu fortaleceu os trabalhos de Aristóteles ao manter a classificação dos seres vivos em dois reinos, Animal e das Plantas. No reino das plantas ficavam os seres vivos sem locomoção e sem ingestão e que realizam fotossíntese, seres unicelulares com cloroplastos e bactérias e fungos, com base na existência de parede celular. O reino Animal abrange seres não fotossintéticos que têm locomoção e obtêm o alimento por ingestão, os protozoários e os animais. Esta classificação apresenta limitações pois não explica a posição de certos organismos como a Euglena que tem locomoção e é fotossintética, considera uma separação artificial dos seres unicelulares e não esclarece a posição das bactérias e dos fungos, devido à diferente composição da parede celular e por os fungos e muitas bactérias nãos serem fotossintéticos.
Posteriormente surgiu uma classificação em 3 reinos considerada por vários autores como Ernest Haeckel que considerava o reino Protista para incluir organismos com algumas características pouco definidas, as bactérias, os protozoários e os fungos.
Na segunda metade do século XX foi introduzido o Reino Monera para englobar apenas os seres procariontes pelo Herbert Copeland.
Em 1968 foi introduzido o sistema de classificação em 5 reinos de Whittaker: o reino Monera para as bactérias, o reino Protista para os protozoários, o reino dos Fungos para os fungos e mixomicetes, o reino das Plantas para plantas e algas e o reino dos Animais para os animais.
Em 1979 Whittaker conhecedor de algumas limitações do seu sistema de classificação fez algumas alterações. O reino Protista passou a incluir além dos protozoários os mixomicetes e as algas por ambos apresentarem baixa diferencição.
Whittaker utilizou como critérios:
- O nível de organização estrutural da célula: Procariótico Unicelular no reino Monera, Eucariótico unicelular ou pluricelular de baixa diferenciação no reino Protista, eucariótico principalmente pluricelular no reino dos Fundos e eucariótico pluricelular nos reinos Plantas e Animais.
- O tipo de nutrição: No reino Monera quimioheterotróficos ou fotoheterotróficos com nutrição por absorção, autotróficos com nutrição por fotossíntese ou quimiossintese; no reino Protista, os Protozoários são quimioheterotróficos com nutrição por ingestão, as algas são fotoautotróficas e os mixomicetes são quimioheterotróficos com nutrição por absorção; no reino dos Fungos são quimioheterotróficos com nutrição por absorção; no reino das plantas são fotoautotróficas e no reino dos Animais são quimioheterotróficos com nutrição por ingestão.
- Interação nos Ecossistemas: No reino Monera são microconsumidores ou produtores; no reino Protista, os Protozoários são macroconsumidores, as algas são produtoras e os mixomicetes são microconsumidores; no reino dos Fungos são microconsumidores; no reino das Plantas são produtores e no reino dos Animais são macroconsumidores.

1 Comments:

At 6:25 AM, Anonymous god said...

see for yourself

 

Post a Comment

<< Home